Meus vinte e dois

Meus vinte dois foram um tiro. Um tiro de porrada. Um tiro de fogos. Um tiro bem na minha testa para ver se eu aprendo. Mas graças à ele, sou mais atrevida. Mais corajosa. Foi batalha. Sorte grande

Meus vinte dois foram um tiro 

Um tiro de porrada 

Um tiro de fogos 

Um tiro bem na minha testa 

Para ver se eu aprendo

Mas graças à ele 

Sou mais atrevida 

Mais corajosa 

Foi batalha 

Sorte grande 

Meus vinte dois foram um soco 

No estômago 

Um soco de transtorno

Um soco de surpresa 

Um soco que acabou fazendo carinho 

Um soco que transforma 

Que te torna quem você precisa ser 

Para ser feliz 

Meus vinte dois foram tanto

Que nem acreditei 

Achei minhas pessoas 

Achei umas que não eram bem o que pareciam ser 

Meus vinte dois foram rasgo 

Perdi uma parte de mim 

Meus vinte dois foram rastro 

Caminhada 

Deixei migalhas 

Pra localizar 

Onde não posso voltar 

Meu ponto fraco foi deixado 

Pra trás 

Nos meus vinte dois

Descobri que sou tanto 

Mas tudo bem 

Nesse ano 

Me conquistei

Pela primeira vez

Estou animada 

À espera dos 

Meus vinte três 

Dessa vez 

Me resta 

Ser muitas em uma 

Ser todas 

Mais uma vez 

Até descobrir a próxima 

Sou minha  

Pela primeira vez 

Por isso todas estão 

Bem-vindas 

Me espero de braços abertos 

Ana Victoria
InsTAGRAM
Outras histórias